30 janeiro, 2014

A culpa é da crise|!

Tô aqui de molho, é... molho mesmo! Atestado de 15 dias até me recuperar!
Qm me acompanha pelo FACEBOOK, viu um pouquinho do q passei. Não foi nada fácil!

Sempre tive  dores nos estômago e que depois irradiavam pras costelas e todo abdômem, mas depois de um belo Buscopam as dores passavam.  Até q tive uma crise tão forte, q passei a noite inteira agonizando e só me convenci de ir ao médico pela manhã. O médico desconfiou de pedras na vesícula, e passou uma série de exames, constatado 2 grãozinhos minúsculos, planejei a cirurgia da retirada,   mas o tempo foi passando, a vida corrida e agitada e as dores pararam.

Quase 3 anos depois tive dores novamente, mas ao contrário das crises agudas, tive dores contínuas, mas não fortes, eram dores suportáveis. 

No Reveillon foi tudo tranquilo, mas depois das 3 da madrugada senti dores que nunca havia sentido na vida! Era algo descomunal de tão forte! Beeeeemmm pior do que a primeira crise, q tbm foi absurda!

Pedi muito a Deus pela minha vida naquele momento, e só Deus mesmos pra me dar algum alívio pq medicamento nenhum resolvia.

Posso dizer q não tive férias nesse meio tempo entre o dia 1º de janeiro até o dia da cirurgia! Emagreci 4 quilos, por causa da dieta zero de gordura, massa e pouquíssimo açúcar!

Consulta feita, diagnostico: Vesícula espessada e inflamada! Não tem jeito, ou opera, ou o fim é certo! AI!

Hora da cirurgia, desespero batendo na porta, choro, angústia, um medo inexplicável! Vontade de sair correndo.  Mas não dava pra fugir, "Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come!" Como diz Ney Matogrosso.

Bom,  hoje após a cirurgia feita e ainda em processo de recuperação, agradeço a Deus por ter colocado tantos anjos na minha vida. Claro, que o maior de todos os anjos é a minha mãe,
 qta paciência, coitada!   Dr Tarcísio, q conseguiu um encaixe pra mim, entre tantas bariátricas que iria fazer e que me passou tranquilidade, o anestesista q não lembro  nome, mas que foi um super fofo( rindo até hoje com as bobeiras dele), e claro minha irmã q passou dias de Mestre Cuca, fazendo minha alimentação com tanto carinho.

E não, não, tenho vontade de fazer a bariátrica, muito menos coragem ( pq precisa, tá!).

É, acho q já enchi vcs demais com meu mi mi mi !

Vamos as fotos:
As nojentas! Pedras!
Ahh esse quarto...
As 3 pedras que atravessaram o meu caminho!

Nos exames apareceram várias pequeninhas além dessas 3, mas o médico só entregou estas a minha mãe.


Vamos de curiosidade assistir um vídeo de uma cirurgia igual a minha?
assisti tantos! Rsrsrsrs
 
Não é a minha cirurgia, é igual.






Então é isso, bora recuperar!
 
Bjoks!
 
 
 













 
Postar um comentário